Coletânea Literária – Eu, mulher, existo e resisto!

Mais uma  vez  Maria Vitoria do blog A estranhamente nos proporciona a delicia de conhecer novas autoras, nos desafia a participar daquilo que é nossa própria extensão: Eu, mulher, existo e resisto! Com a participação de varias autoras, de diferentes lugares, a coletânea será lançada em forma de e-book. Mas, até lá você pode ir conferindo …

Continue lendo Coletânea Literária – Eu, mulher, existo e resisto!

Anúncios

Denise

Denise olhou-se no espelho: o rosto molhado, cansado, quase triste. Essa era ela naquele momento. A porta cortava o som lá de fora. A luz piscava amarela a cima de sua cabeça, faltou papel toalha para secar melhor as mãos. Respirou. Tocou no bolso e a chave do carro estava lá, era hora de ir …

Continue lendo Denise

Ressaca – era para ser um erótico, mas deu preguiça

-  Acho que vou vomitar! - a cabeça voltou a ocupar o balde, um líquido quente e amargo passou por sua garganta lhe dando a sensação de um quase afogamento. Respirou fundo, limpou a boca e soltou o balde. - Inferno! - praguejou em um tom baixo. Raíssa fazia carinho nas costas dela. Descia a mão …

Continue lendo Ressaca – era para ser um erótico, mas deu preguiça

Sobre os livros inacabados

"O livro esta em cima da mesa" É só mais um título para um livro que não irei escrever. Seria de poemas sobre qualquer coisa. Mas não farei. Já perdi as contas de quantos livros comecei e não terminei, alguns foram na trave, faltando apenas o ultimo capitulo de um enredo até que interessante, simplesmente …

Continue lendo Sobre os livros inacabados

Raquel

Olhávamos o pássaro no chão, em meio as folhas secas no quintal de vovó. Rubens, com lágrimas nos olhos, o pegou na palma da mão. O bichinho fazia um barulho baixo, a asa largada pro lado demonstrava onde havia se machucado. "Tadinho" - disse Rubens quase em um suplicio. A voz embargada, cheia de lágrimas e …

Continue lendo Raquel